REGISTO DE VOLUNTÁRIO

Nos últimos anos a sociedade civil portuguesa sofreu mutações sociológicas que nos levam a concluir que, no âmbito do voluntariado de resposta de emergência face a desastres, por um lado é difícil contar com a maioria das pessoas integradas para esse efeito nas organizações e, por outro, é fácil contar com as pessoas disponíveis que espontaneamente se voluntariam para colocar as suas competências ao serviço da missão. Neste contexto, a APROSOC fez um período de reflexão e análise que possibilitou ainda compreender que, as redes sociais facilitam em muito a ativação de voluntários informais espontâneos, situação bastante positiva que tem contudo uma grave vulnerabilidade, o facto de em alguns desastres não estarem disponíveis redes de telecomunicações e internet, criando assim uma barreira a essa ativação. É aqui que, as pessoas que dispõem de walkie-talkies ou estações de radiocomunicações instaladas em veículo ou em casa ganham particular relevo se face a um desastre ligarem os seus equipamentos para poderem ser ativados, sem prejuízo da ativação poder também ser feita pelas redes sociais caso funcionem.

As missões operacionais em que a APROSOC – Associação de Proteção Civil intervém, são sempre missões de apoio, versando desde a busca de pessoas desaparecidas, os primeiros socorros físicos ou psicológicos, a distribuição de bens essenciais,…, a ponte de telecomunicação entre pessoas que procuram outras pessoas, ou mesmo entre as pessoas a necessitar de auxilio e os serviços capazes de o prestar.

Se sente que está preparado e é capaz de ajudar numa situação de desastre sem esperar quaisquer contrapartidas, de forma empenhada e em total autonomia mesmo em trabalho de grupo, então fará sentido fazer o seu registo como voluntário deste Associação, cuja atuação se centra essencialmente na área metropolitana de Lisboa, sem prejuízo de poder atuar em qualquer outra zona do país.

O desejável é nunca ter de ser contactado para mobilização, mas deve sempre estar preparado para a qualquer momento ser acionado face a uma situação de desastre.

O seu registo é gratuito e não necessita adquirir nada para colaborar, deve somente preparar-se para proteger-se a si e aos seus em caso de desastre, bem como estudar e divulgar as recomendações da APROSOC no âmbito da autoproteção, sendo esses conhecimentos e equipamentos de que disponha os que deverá colocar ao dispor dos outros caso não tenha sido vítima e os seus estejam em segurança, para assim os poder ajudar.

REGISTO DE VOLUNTÁRIO INFORMAL