Os rádios PMR446 cuja tabela de tons de proteção excede os 38, têm em alguns casos como tom na 2ª posição da tabela o 69.3Hz, um tom de proteção menos comum na maioria dos rádios PMR446. Neste contexto, um grupo de técnicos e de voluntários de proteção civil de várias organizações não governamentais portuguesas, decidiram, tal como aconteceu com alguns grupos em Inglaterra, Alemanha e República Checa,  apelidar o canal 11 do PMR446 (446.13125MHz) no modo analógico, com o tom 69.3Hz como canal 112, sendo este o canal de operação de dezenas de socorristas, detentores de walkie-talkies PMR446 profissionais compatíveis, em operações de salvamento e socorro, sendo a APROSOC apenas uma das organizações comentoras e aderentes à iniciativa coletiva.

Não se objetiva que este canal sirva de ponte entre os cidadãos a necessitar de ajuda, mas sim de ligação entre aqueles que vão em seu auxílio, sem prejuízo deste canal e tom de proteção poder ser usado por quaisquer cidadãos.