GUIA DE BOAS PRÁTICAS EM CB, PMR446, LPD433

Para recordar as regras que regem o CB 27 em Portugal…

SERVIÇO RÁDIO PESSOAL – BANDA DO CIDADÃO (CB) (Alteração ao Regulamento)

Isenção de licença das estações de CB – alteração ao quadro nacional de atribuição de frequências (QNAF) 09.03.2017

Na sequência da revogação do regime legal do serviço rádio pessoal – banda do cidadão (CB), decorrente do disposto no Decreto-Lei n.º 1/2017, de 5 de janeiro, a ANACOM determinou, por decisão adotada a 9 de março de 2017, a isenção de licença das estações de CB e a correspondente alteração ao Quadro Nacional de Atribuição de Frequências (QNAF).A decisão adotada definiu os requisitos técnicos harmonizados a que o funcionamento das estações de CB deve obedecer.

  1. Serviço Rádio Pessoal, Banda do Cidadão (CB)
    O funcionamento de estações do Serviço Rádio Pessoal, Banda do Cidadão (CB) deve obedecer aos seguintes requisitos técnicos:

1- Faixa de frequência – a faixa de frequências atribuída ao serviço Rádio Pessoal, Banda do Cidadão (CB) está compreendida entre 26.960 MHz e 27,410 MHz.

2 – Frequências autorizadas – qualquer que seja a classe de emissão utilizada nas comunicações, a frequência da onda portadora deve ser escolhida entre as frequências indicadas no quadro seguinte:

1……….26,965

2……….26,975

3……….26,985

4……….27,005

5……….27,015

6……….27,025

7……….27,035

8……….27,055

9……….27,065

10……….27,075

11……….27,085

12……….27,105

13……….27,115

14……….27,125

15……….27,135

16……….27,155

17……….27,165

18……….27,175

19……….27,185

20……….27,205

21……….27,215

22……….27,225

23……….27,255

24……….27,235

25……….27,245

26……….27,265

27……….27,275

28……….27,285

29……….27,295

30……….27,305

31……….27,315

32……….27,325

33……….27,335

34……….27,345

35……….27,355

36……….27,365

37……….27,375

38……….27,385

39……….27,395

40……….27,405

2.1 – Espaçamento entre canais – o espaçamento entre canais é de 10 kHz.

2.2 – Modo de exploração – é autorizado o estabelecimento de comunicações alternadas na mesma frequência ou canal (modo simplex a uma frequência).

2.3 – Canal de socorro, urgência e segurança – a frequência 27,065 MHz (canal 9) deve ser utilizada somente para o estabelecimento de comunicações de socorro, urgência e segurança.

2.4 – Canal de chamada – a frequência 27,085 MHz (canal 11) deve ser utilizada somente nas comunicações de chamada.

3 – Tipos de modulação – são autorizados os seguintes tipos de modulação:

Modulação de amplitude;

Modulação de frequência;

Modulação de fase.

4 – Classes de emissão

4.1 – São autorizadas as seguintes classes de emissão:

Telefonia em modulação de amplitude, dupla faixa lateral (A3E);

Telefonia em modulação de amplitude, faixa lateral única com onda portadora suprimida (J3E);

Telefonia em modulação de frequência (F3E);

Telefonia em modulação de fase (G3E).

4.2 – É proibida a utilização de estações de CB funcionando em modulação de amplitude, faixa lateral única com onda portadora reduzida (R3E).

5 – Potência de emissão

5.1 – Potência à saída do emissor – a potência medida à saída do emissor de uma estação de CB não deve exceder:

4 Watt de potência de portadora no caso de modulação de amplitude, dupla faixa lateral (A3E);

12 Watts de potência de pico no caso de modulação de amplitude, faixa lateral única com onda portadora suprimida (J3E);

4 Watts de potência de portadora no caso de modulação angular (F3E e G3E);

5.2 – Potência aparente radiada (PAR) – a potência aparente radiada (PAR) máxima permitida é de 4 Watts.

Fonte: ANACOM

PMR446 (PERSONAL MOBILE RADIO)

Publicado por ANACOM em 28.10.2005 / Atualizado em 29.05.2006

A faixa de frequências 446,0-446,1 MHz foi designada para PMR 446 pela decisão CEPT/ERC (98)25 de 23 de Novembro de 1998. A faixa PMR 446 destina-se às comunicações de curto alcance baseadas em sistemas analógicos de 12,5 kHz. As decisões CEPT/ERC (98)26 e (98)27 contêm normas sobre a ”Isenção de licença individual” e ”Livre circulação e utilização” de equipamento PMR 446.

As aplicações digitais PMR 446, isentas de licenciamento, a funcionar na faixa de frequências 446,1-446,2 MHz, estão concebidas como um complemento às atuais aplicações analógicas PMR 446, por meio da disponibilização de funcionalidades suplementares. Os terminais portáteis com antenas integradas são apropriados para comunicações simplex, comunicações digitais de voz entre pares, e comunicações de dados de débitos reduzidos. Inicialmente, existiam duas variantes de equipamento PMR, digital, portátil e de baixo custo, com antenas integradas, ambas em fase de análise de forma a fornecer soluções otimizadas aos segmentos de mercado empresarial e de consumidores utilizadores. Trata-se em ambos os casos de sistemas FDMA que usam uma largura de banda de 12,5 kHz, de acordo com as normas constantes em ETSI TR 102 335 1 V1.1.2 (2004-10), ou uma largura de banda de 6,25 kHz, de acordo com ETSI TR 102 433. De futuro poderá haver outros sistemas que abranjam as aplicações digitais PMR 446.

O ETSI já desenvolveu normas europeias harmonizadas, tais como EN 300 113 2 (largura de banda de 12,5 kHz) e EN 301 166 2 (largura de banda de 6,25 kHz) para efeitos de conformidade de radiocomunicações.

O espectro entre 446-446,2 MHz é considerado suficiente para comunicações de baixo custo e de curto alcance. Outras partes do espectro de radiocomunicações nas gamas VHF e UHF são utilizados no mercado profissional que oferece as funcionalidades de repetição ou de recursos partilhados. O espectro 446-446,2 MHz é atualmente usado para sistemas licenciados em alguns países, sendo estas licenças ainda válidas por alguns anos. Por conseguinte, os utilizadores do sistema digital PMR 446 terão de aceitar interferências nas áreas em que a utilização de sistemas dos incumbentes ainda se verifique.

Esta Decisão ECC descreve e determina quais os requisitos de gestão do espectro para efeitos de isenção de licença individual e de livre circulação e utilização de aplicações digitais PMR 446.

Necessidade de uma Decisão ECC

A atribuição ou designação de frequências para utilização por uma aplicação ou sistema de radiocomunicações, sob certas condições específicas da CEPT, pode ser definida através de disposições legislativas, regulamentares e administrativas. A harmonização de espectro de radiocomunicações requer uma Decisão ECC, para tratar de questões relativas a licenças. O objetivo é alcançar a livre circulação e utilização de equipamento, em apoio da Diretiva 1999/5/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 9 de Março de 1999 relativa aos equipamentos de rádio e equipamentos terminais de telecomunicações e ao reconhecimento mútuo da sua conformidade.

O ECC reconhece que o desenvolvimento bem-sucedido das aplicações digitais PMR 446 na Europa depende do estímulo dado aos fabricantes para que efetuem os investimentos necessários nestes sistemas de radiocomunicações. Desta forma, é necessário designar a faixa de frequências na qual as aplicações digitais PMR 446 possam operar sob condições específicas.

A Recomendação ERC/REC 01-07, revista em 2004, lista os critérios harmonizados para que as Administrações possam decidir quando deve ser aplicada a isenção de licença individual. O objetivo desta Decisão consiste igualmente em isentar o equipamento digital PMR 446 de licença individual, dado estarem satisfeitos os critérios de isenção listados na Recomendação ERC/REC 01-07, bem como autorizar a circulação e utilização do equipamento nos países membros da CEPT.

O compromisso das administrações da CEPT na implementação de uma Decisão ECC dará uma clara indicação de que as faixas de frequências necessárias serão disponibilizadas no devido tempo e numa base europeia. Os requisitos quanto à quantidade de espectro e datas de disponibilização deverão ser revistos regularmente. O ERO deverá recolher e disponibilizar informação das administrações no que concerne a implementação desta Decisão ECC.

Decisão ECC de 28 de Outubro de 2005 sobre frequências harmonizadas, características técnicas, isenção de licença individual e livre circulação e utilização de aplicações digitais PMR 446 funcionando na faixa de frequências 446,1 – 446,2 MHz

(ECC/(05)12)

”A Conferência Europeia das Administrações dos Correios e Telecomunicações, considerando:

que o crescente interesse na utilização de equipamento rádio móvel terrestre digital simplificado justifica a harmonização de frequências e regulamentos para aplicações digitais PMR 446;

que as aplicações digitais PMR 446 isentas de licenciamento não poderão reclamar proteção nem causar interferência a outras aplicações de radiocomunicações; não obstante, a emissão de novas licenças individuais na faixa de frequências 446,1-446,2 MHz deveria ser evitada;

que o processo de reorganização da faixa 446,1-446,2 MHz para a utilização de aplicações digitais PMR 446 poderá durar um certo tempo em alguns países membros da CEPT; isto é, nesses países, os canais destinados a aplicações digitais PMR 446 poderão ser liberados apenas após se tornarem disponíveis;

que o ETSI desenvolveu a Especificação Técnica ETSI TS 102 361-1 para equipamento digital PMR 446 com um espaçamento de canal de 12,5 kHz e a Especificação Técnica TS 102 490 para equipamento digital PMR 446 com um espaçamento de canal de 6,25 kHz;

que a Recomendação ERC T/R 25-08 provê uma canalização recomendada para a faixa 440-450 MHz;

Decide

designar a faixa de frequências 446,1 – 446,2 MHz para a implementação das aplicações digitais PMR 446;

que nos países membros da UE/EFTA a utilização do equipamento referido no decide 1 deverá estar de acordo com a Diretiva R&TTE. A conformidade com os requisitos essenciais constantes do Artigo 3(2) poderá ser demonstrada através da observância das normas harmonizadas EN 300 113 – 2 ou EN 301 166 – 2 ou de especificações técnicas equivalentes;

que as seguintes características técnicas deverão ser aplicadas às aplicações digitais PMR 446 de forma a reduzir o risco de interferências nocivas:

isentar de licença individual o equipamento PMR 446 digital abrangido por esta Decisão;

que as Administrações deverão autorizar a livre circulação e utilização das aplicações digitais PMR 446 nos países membros da CEPT nas mesmas condições, nos mesmos moldes e segundo os mesmos procedimentos especificados na Decisão ERC (95)01;

que esta Decisão entra em vigor no dia 28 de Outubro de 2005;

que a data preferida* para a implementação desta Decisão é 1 de Fevereiro de 2006;

que as Administrações da CEPT deverão comunicar as medidas adotadas a nível nacional para a implementação desta Decisão ao Presidente do ECC e ao ERO aquando da sua implementação.”

1 A frequência central do primeiro canal está a uma distância igual ao espaçamento entre canais / 2, medida a partir do limite inferior da faixa de frequências.

Notas:

Nota 1: A França derroga esta Decisão no sentido de implementar esta Decisão até 01.01.2011.

Nota 2*: O sítio da ERO (http://www.ero.dk) contém uma atualização permanente da implementação desta e de outras Decisões ECC.

O êxito das radiocomunicações analógicas PMR 446 é claro, na medida em que estas vêm dar resposta às necessidades dos utilizadores no que respeita às comunicações de curto alcance na modalidade entre pares. As aplicações digitais PMR 446 estão orientadas especificamente para os sistemas PMR de pequena escala em todos os domínios. As aplicações digitais PMR 446 deverão ser interpretadas nesta Decisão ECC como correspondendo ao equipamento que obedece às considerações formuladas nesta Decisão quanto a gestão de espectro e requisitos de sector de mercado.

A transição para a tecnologia digital em todos os domínios de radiocomunicações é vital, de forma a corresponder às expectativas dos utilizadores e a desenvolver em simultâneo a eficiência do espectro. Até à data, este sector de mercado relativo ao equipamento PMR, digital, portátil e de baixo custo, ainda não foi analisado. As aplicações digitais PMR 446 são cruciais para o futuro do mercado de radiocomunicações móveis de gama baixa. As aplicações digitais PMR 446 apresentam normalmente funcionalidades simplificadas que deverão ser tratadas de forma similar às aplicações analógicas PMR 446 equivalentes, com um grupo limitado de canais e uma especificação que permite uma utilização isenta de licença individual (ou ao abrigo de uma autorização geral de utilização).

A investigação realizada pela indústria tem apontado para o facto de a disponibilização de alguns elementos fulcrais poder contribuir para um aumento do valor retirado do equipamento por parte dos utilizadores, bem como para o consequente aumento significativo da procura.

Entre alguns destes elementos fulcrais, podem contar-se os seguintes:

Melhor qualidade de som;

Melhor funcionamento da bateria;

Melhor qualidade de serviço, que tende a aproximar-se da gama limite (e não uma gama superior em absoluto);

Comunicação de dados, normalmente mensagens curtas.

Por fim, é importante que as frequências correspondentes sejam harmonizadas em todo o território Europeu. Uma designação de frequência pan-europeia e harmonizada poderá conferir a economia de escala necessária à produção de terminais, a preços que sejam competitivos face à tecnologia analógica, bem como dar o estímulo necessário aos utilizadores para uma rápida adoção da mesma.

Analogico (espaçamento a 12.5 kHz) Digital dPMR446 (ESPAÇAMENTO a 6.25kHz)
CH1 446.00625MHz CH1 446.003125MHz
CH2 446.01875MHz CH2 446.009375MHz
CH3 446.03125MHz CH3 446.015625MHz
CH4 446.04375MHz CH4 446.021875MHz
CH5 446.05625MHz CH5 446.028125MHz
CH6 446.06875MHz CH6 446.034375MHz
CH7 446.08125MHz CH7 446.040625MHz
CH8 446.09375MHz CH8 446.046875MHz
CH9 446.10625MHz CH9 446.053125MHz
CH10 446.11875MHz CH10 446.059375MHz
CH11 446.13125MHz CH11 446.065625MHz
CH12 446.14375MHz CH12 446.071875MHz
CH13 446.15625MHz CH13 446.078125MHz
CH14 446.16875MHz CH14 446.084375MHz
CH15 446.18125MHz CH15 446.090625MHz
CH16 446.19375MHz CH16 446.096875Mhz
CH17 446.103125MHz
CH18 446.109375MHz
CH19 446.115625MHz
CH20 446.121875MHz
CH21 446.128125MHz
CH22 446.134375MHz
CH23 446.140625MHz
CH24 446.146875MHz
CH25 446.153125MHz
CH26 446.159375MHz
CH27 446.165625MHz
CH28 446.171875MHz
CH29 446.178125MHz
CH30 446.184373MHz
CH31 446.190625MHz
CH32 446.196875MHz

Desde o dia 1 de Janeiro de 2018 as administrações de radiocomunicações de todos os países membros da União Europeia são obrigadas a permitir que os cidadãos possam usar 16 canais analógicos ou digitais (DMR Tier I) numa faixa compreendida entre os 446.0 e os 446.2 MHz, com espaçamentos de 12.5 kHz entre canais, em que o 1º canal corresponde à frequência 446.00625 e o último à frequência 446.19375 MHz. Ainda em termos de modulação digital, o dPMR é também permitido em toda a faixa de frequências, mas neste caso com espaçamento entre canais de 6.25 kHz daí resultando 32 canais.

LPD433 (LOW POWER DEVICE)

A legislação de suporte baseia-se atualmente somente no Quadro Nacional de Atribuição de Frequências, por consequência da transcrição de diretiva europeia, sendo as frequências utilizáveis para voz ou dados.

Os equipamentos para operar nesta banda não podem exceder os 10mW de potência aparente radiada, devido ao facto de esta banta ser um segmento de banda do serviço de Radioamador, portanto, para não interferir nas comunicações de radioamador. Os equipamentos são portáteis de mão, com 69 canais conforme tabela a baixo.

Apesar de estes canais serem coincidentes com canais do serviço de Radioamador, os radioamadores não estão autorizados a comunicar com estações que não tenham indicativo rádio obtido através de exame e emissão de certificado de amador nacional, pelo que os utilizadores do LPD433 não podem legalmente comunicar com Radioamadores, exceto em casos de emergência decorrente de vidas ou bens em perigo, até porque, as frequências de Radioamador para comunicação em fonia em FM não são totalmente coincidentes com as dos canais LPD433.

Existem no mercado alguns equipamentos que incorporam os canais PMR446 com 500mW e LPD433 com 10 mW, possibilitando assim uma solução 2 em 1 e, possibilitando evitar usar um canal de maior alcance em comunicações que somente requerem curto alcance.

 

Palavras a evitar nas radiocomunicações
Algumas palavras usadas na gíria das radiocomunicações cidadãs, dificultam ou mesmo impossibilitam a compreensão da mensagem por parte de quem não está familiarizado com tais palavras ou, porque são suscetíveis de ser interpretadas como outra palavra ou com outro significado.

Na década de 80, o Serviço Nacional de Bombeiros, preocupado com a influência negativa da gíria da banda do cidadão nas radiocomunicações na Banda Baixa de Bombeiros, e mais tarde na Banda Alta, emitiu um conjunto de manuais de operação, um dos quais continha uma pequena lista de recomendações de palavras a não usar.

Importa que se compreenda que a Liberdade de Expressão consagrada no Artigo 37 da Constituição da República, possibilita a cada cidadão expressar-se como bem entender, contudo, o que se pretende com esta recomendação é aumentar a eficácia das comunicações via rádio, evitando perdas de tempo com esclarecimentos sobre mensagem deturpadas. Por exemplo, a “portadora” é o sinal de radiofrequência emitido e não modulado que pode através de modulação em amplitude ou frequência transportar voz ou sinais digitais, fazendo chegar a mensagem ao destinatário, contudo, há que se refira na gíria da Banda do Cidadão à portadora como sendo o microfone, ou mesmo o veículo que o transporta, sendo este um exemplo de deturpação da génese da palavra que pode confundir ou mesmo deturpar o sentido da mensagem.

Alguns exemplos de palavras a evitar e palavras recomendadas em sua substituição para facilitar a compreensão, evitar a deturpação da mensagem e respeitar a língua que faz parte da identidade do povo português.

Salienta-se o facto de por exemplo na pronúncia da palavra “negativo” ou “afirmativo”, na pronúncia ser alongada a parte da palavra que abaixo se encontra a negrito, de modo que sejam de facto inconfundíveis devido ao facto de ambas terem a terminação “tivo”.

Afirmativo Negativo

Palavras a Evitar Palavras Recomendadas
Roger / Copiado Recebido
Não Entendi Não Compreendido
OK / okapa Compreendido
Sim Afirmativo
Não Negativo
Macanudo Radioperador
Portadora (referindo-se ao microfone) Microfone
Mike (referindo-se ao microfone) Microfone
Certo Correto
Cristalino/a ou Cristaloide Filho/a
X Esposa / Mulher
Cartolina Cartão QSL
Rodinhas (referindo-se a veículo) Veículo
Positivo (referindo-se a sim) Afirmativo
Recoca Escuta / Recepção
Vitamínico Refeição
Baixa frequência / Macaco Preto Telefonema / Telefone
Antenória Antena

Alfabeto Fonético e pronúncia 
Este “código” é internacional e particularmente útil para a soletração de palavras de difícil compreensão. Sendo internacional, possibilita que independentemente da língua usada, o recetor consiga sempre registar a palavra ou mensagem recebida com recurso à soletração, independentemente de a conseguir ou não decifrar, por exemplo devido à barreira linguística.
É por isso recomendável que o radioperador domine este Alfabeto Fonético, pois, embora existam outros, este é o mais usado em todo o Mundo.

Letra Código Pronúncia em
português
A alpha álfa
B bravo brávo
C charlie tchárli
D delta délta
E echo éco
F foxtrot fóxtrot
G golf golf
H hotel hotél
I india índia
J juliett djúliet
K kilo quílo
L lima ma
M mike máic
N november novémber
O oscar óscar
P papa pa
Q quebec quebéc
R romeo mio
S sierra siérra
T tango tángo
U uniform únifórm
V victor víctor
W whiskey uísqui
X x-ray écsrei
Y yankee iánqui
Z zulu lu

Algarismos

A pronúncia dos dígitos 3, 4, 5 e 9 difere do inglês padrão – sendo pronunciado tree, fower, fife, e niner. O dígito 3 é especificado como tree de forma que não seja pronunciado “sri”; a pronúncia do 4 é alongada; 5 é pronunciado com um segundo “f” porque a pronúncia normal com um “v” é facilmente confundida com “fire” (um comando para atirar); e o 9 tem uma sílaba extra para mantê-lo distinto do nein, “não” em alemão.

Número Código Pronúncia / Reforço
0 zero rô / nada
1 one uán / primeiro
2 two / segundo
3 three trí / terceiro
4 four fouer / quarto
5 five fáif  / quinto
6 six sícs / sexto
7 seven séven / sétimo
8 eight êit / oitavo
9 nine náine / nono

O Código Q

Talvez seja atualmente o código mais deturpado em relação à sua versão original, em especial por parte dos utilizadores das radiocomunicações de uso livre, importando por isso conhecer um pouco da sua génese.
O código Q, original foi criado aproximadamente em 1909 pelo governo britânico, como uma “lista de abreviaturas… preparadas para o uso dos navios britânicos e estações costeiras licenciadas pela Agência postal”. O código Q facilitou a comunicação entre operadores de rádios marítimos que falam línguas diferentes, por isso sua rápida adoção internacionalmente. Um total de quarenta e cinco códigos Q aparecem na “lista de abreviaturas para serem usadas na radiocomunicação”, que foi incluída no serviço de regulamentação anexo à Terceira convenção internacional de radiotelegrafia. A convenção aconteceu em Londres e foi assinada em 5 de julho de 1912, tornando-se efetiva em 1 de julho de 1913.

Os códigos Q compreendidos entre QAA-QNZ são reservados para uso aeronáutico; QOA-QOZ para uso marítimo; QRA-QUZ para todos os serviços.

 

 

Código

Pergunta Resposta ou informação
QAP Devo escutar-te (ou escutar…) em… KHZ (MHz) – USO EXCLUSIVO DA AERONÁUTICA Escute-me (ou escute…) em… KHz (MHz) – USO EXCLUSIVO DA AERONÁUTICA
QAM Qual é a condição meteorológica? – USO EXCLUSIVO DA AERONÁUTICA Aqui a condição meteorológia é … – USO EXCLUSIVO DA AERONÁUTICA
QRA Qual o nome da estação(indicativo)? O meu indicativo é …
QRB A qual distância aproximada você está da minha estação? A distância aproximada entre nossas estações é… milhas náuticas (ou quilômetros)
QRC Que organização particular (ou administração governamental) líquida as contas da sua estação? A liquidação das contas da minha estação está sob o encargo da organização particular… (ou da administração governamental…)
QRD Aonde vai e de onde vem? Vou a… e venho de…
QRE A que horas pensa chegar a… (ou estar sobre…) (lugar) Penso chegar a…(lugar) (ou estar sobre…) às… horas.
QRG Qual é minha frequência exata (ou frequência exata de…)? Sua frequência exata (ou frequência exata de…) é… kHz (ou… MHz).
QRH Minha frequência varia? Sua frequência varia.
QRI Como é a tonalidade de minha estação? A tonalidade de sua estação é:

  1. Boa
  2. Razoável
QRJ Quantas chamadas radiotelefônicas você tem para despachar? Eu tenho … chamadas radiotelefônicas para despachar.
QRK Qual a clareza dos meus sinais (ou de…) ? A clareza de seus sinais (ou dos sinais de) é:

  1. Fraca
  2. Razoável
  3. Boa
  4. Excelente ou Magnífica
QRL Você está ocupado? Estou ocupado (ou ocupado com…).Favor não interferir
QRM Está sendo interferido? Sofre interferência:

  1. Nula
  2. Ligeira
  3. Moderada
  4. Severa
  5. Extrema
QRN Está sendo perturbado por estática? Estou sendo perturbado por estática:

  1. Não
  2. Ligeiramente
  3. Moderadamente
  4. Severamente
  5. Extremamente
QRO Devo aumentar a potência do transmissor? Aumente a potência do transmissor.
QRP Devo diminuir a potência do transmissor? Diminua a potência do transmissor.
QRQ Devo transmitir mais depressa? Transmita mais depressa (…palavras por minuto).
QRR Está pronto para operação automática? Estou pronto para operação automática. Transmita à… palavras por minuto.
QRS Devo transmitir mais devagar? Transmita mais devagar (… palavras por minuto).
QRT Devo cessar a transmissão? Cesse a transmissão.
QRU Tem algo para mim? Não tenho nada para você.
QRV Está preparado? Estou preparado.
QRW Devo avisar a… que você o está chamando em … kHz(ou…MHz). Por favor, avise … que o estou chamando em …kHz(ou …MHz).
QRX Quando você chamará novamente? Eu o chamarei novamente às… horas, em …kHz(ou …MHz).
QRY Qual a minha ordem de vez?(Refere-se a comunicação) É número …(ou de acordo com qualquer indicação)(Refere-se a comunicação)
QRZ Quem está me chamando? Você está sendo chamado por … em… kHz (ou … MHz).
QSA Qual a intensidade de meus sinais(ou dos sinais de…)? A intensidade dos seus sinais (ou dos sinais de …) é:

  1. Apenas percetível
  2. Fraca
  3. Satisfatória
  4. Boa
  5. Ótima ou Magnífica
QSB A intensidade de meus sinais varia? A intensidade de seus sinais varia.
QSC Sua embarcação é de carga? Minha embarcação é de carga.
QSD Minha manipulação está defeituosa? Sua manipulação está defeituosa.
QSE Qual o deslocamento estimado da embarcação de salvamento? O deslocamento estimado da embarcação de salvamento é … (números e unidades).
QSF Você realizou o salvamento? Eu realizei o salvamento e estou seguindo para a base … (com … pessoas feridas necessitando ambulância).
QSG Devo transmitir … telegramas de uma vez? Transmita … telegramas de uma vez.
QSH Você é capaz de retornar usando seu equipamento radiogoniométrico? Eu sou capaz de retornar usando meu equipamento radiogoniométrico.
QSI Não consegui interromper a … (indicativo de chamada). Sua transmissão ou informe que não conseguir interromper sua transmissão em …kHz (ou … MHz).
QSJ Qual a taxa a ser cobrada para … incluindo sua taxa interna? A taxa a ser cobrada para … incluindo a minha taxa interna é … francos, ou reais, ou dólares … ou simplesmente referindo-se a um valor em dinheiro.
QSK Pode ouvir-me entre seus sinais, em casa afirmativo, posso interromper sua transmissão? Posso ouvi-lo entre meus sinais: pode interromper minha transmissão.
QSL Pode acusar recebimento? Acuso recebimento.
QSM Devo repetir o último telegrama que transmiti para você (ou algum telegrama anterior)? Repita o último telegrama que você enviou para mim(ou telegrama(s) número(s)…).
QSN Escutou-me ou …(indicativo de chamada) em …kHz (ou …MHz)? Escutei-o ou …(indicativo de chamada) em …kHz (ou …MHz)
QSO Pode comunicar-me diretamente (ou por retransmissão) com…? Posso comunicar-me diretamente (ou por retransmissão) com… .
QSP Quer retransmitir gratuitamente a …? Vou retransmitir gratuitamente a… .
QSQ Há médicos ou Enfermeiros a bordo ou … (nome da pessoa) a bordo? Há médicos ou Enfermeiros a bordo ou … (nome da pessoa) a bordo.
QSR Devo repetir a chamada na frequência de chamada? Repita a chamada na frequência de chamada: não ouvi você (ou há interferência).
QSS Que frequência de trabalho você usará? Usarei a frequência de trabalho de …kHz (normalmente basta indicar os três últimos algarismos da frequência).
QSU Devo transmitir ou responder nesta frequência ou em …kHz(ou … MHz) com emissões do tipo…? Transmita ou responda nesta frequência ou em …kHz(ou … MHz) com emissões do tipo… .
QSV Devo transmitir uma série de “v” nesta frequência ou em … kHz(ou … MHz)? Transmita uma série de “v” nesta frequência ou em … kHz(ou … MHz)?
QSW Vai transmitir nesta frequência ou em … kHz (ou … MHz) (com emissão do tipo …)? Vou transmitir nesta frequência ou em … kHz (ou … MHz) (com emissão do tipo …),
QSX Quer escutar a … (indicativo de chamada) em … kHz ( ou … MHz)? Estou escutando a … (indicativo de chamada) em … kHz ( ou … MHz)?
QSY Devo transmitir em outra frequência? Transmita em outra frequência ou em … kHz (ou… MHz).
QSZ Tenho que transmitir cada palavra ou grupo mais de uma vez? Transmita cada palavra ou grupo duas vezes (ou … vezes).
QTA Devo cancelar a mensagem número …? Cancele a mensagem número … .
QTB Concorda com minha contagem de palavras? Eu não concordo com sua contagem de palavras; vou pedir a primeira letra ou dígito de cada palavra ou grupo.
QTC Quantos recados para transmitir? Tenho … recado transmitir (ou para …).
QTD O que recolheu a embarcação ou a aeronave de salvamento? … (identificação) recolheu:

  1. … (número) sobreviventes.
  2. … restos de naufrágio.
  3. … (número) de cadáveres
QTE Qual a minha orientação com relação a você? ouQual a minha orientação com relação a … (indicativo de chamada) Sua orientação verdadeira com relação a mim é… grau as… horas ouA orientação verdadeira de …(indicativo de chamada) com relação a … (indicativo de chamada) era de … grau as … horas.
QTF Quer indicar a posição de minha estação de acordo com as orientações tomadas pelas estações radiogoniométricas que você controla? A posição de sua estação de acordo com as orientações tomadas pelas estações radiogoniométricas que, eu controlo era … latitude, … longitude, (ou outra indicação de posição) tipo… às … horas.
QTG Quer transmitir dois traços de 10 segundos cada, seguidos de seu indicativo de chamada (repetindo … vezes) em kHz(ou …MHz)?Quer pedir dois traços de 10 segundos cada, seguidos de seu indicativo de chamada (repetindo … vezes) em kHz(ou …MHz)? Vou transmitir dois traços de 10 segundos cada, seguidos de seu indicativo de chamada (repetindo … vezes) em kHz(ou …MHz).Pedi dois traços de 10 segundos cada, seguidos de seu indicativo de chamada (repetindo … vezes) em kHz(ou …MHz).
QTH Qual é seu local endereço posição em latitude e longitude (ou de acordo com qualquer outra indicação)? Meu local de endereço posição é … de latitude, … de longitude (ou de acordo com qualquer outra indicação).
QTI Qual é o seu rumo VERDADEIRO? Meu rumo VERDADEIRO é … graus.
QTJ Qual a sua velocidade (refere-se à velocidade de um navio ou aeronave com relação à água ou ar, respetivamente). Minha velocidade é de … nós (ou quilômetros por horas, ou milhas por hora). (indique a velocidade de um navio ou aeronave através da água ou ar, respetivamente).
QTK Qual a velocidade de sua aeronave com relação à superfície terrestre? A velocidade de minha aeronave com relação à superfície terrestre ér … nós (ou quilômetros por horas, ou milhas terrestres por hora).
QTL Qual o seu rumo VERDADEIRO? Meu rumo VERDADEIRO é … graus.
QTM Qual é o seu rumo MAGNÉTICO? Meu rumo MAGNÉTICO é … graus.
QTN A que horas saiu de … (lugar)? Saí de … (lugar) às … horas.
QTO Pode comunicar-se com minha estação por meio de código internacional de sinais? Vou comunicar-me com sua estação por meio de código internacional de sinais.
QTR Qual é a hora certa? A hora certa é … horas.
QTS Quer transmitir seu indicativo de chamada para sintonizar ou para que sua frequência possa ser medida agora (ou às … horas) em … kHz (ou MHz)? Vou transmitir meu indicativo de chamada para sintonizar ou para que sua frequência possa ser medida agora (ou às … horas) em … kHz (ou MHz).
QTT O sinal de identificação que segue se sobrepõe à outra emissão.
QTU Qual é o horário de funcionamento de sua estação? O horário de funcionamento da minha estação é … horas.
QTV Devo fazer escuta por você na frequência de … kHz (ou … MHz) das … às … horas? Faça escuta por você na frequência de … kHz (ou … MHz) das … às … horas.
QTW Como se encontra o sobrevivente? Os sobreviventes se encontras em … condições e precisam urgentemente …
QTX Quer manter sua estação aberta para nova comunicação comigo até que eu o avise (ou até às… horas)? Vou manter minha estação aberta para nova comunicação com você até que me avise (ou até às … horas)
QTY Você está seguindo para o lugar do acidente? Caso afirmativo, quando espera chegar? Estou seguindo para o lugar do acidente e espero chegar às … horas em … (data).
QTZ Você continua a busca? Continuo a busca de … (aeronave, navio, dispositivo de salvamento, sobreviventes ou destroços).
QUA Tem notícias de … (indicativo de chamada)? Envio notícias de … (indicativo de chamada).
QUB Pode dar-me na seguinte ordem, informações sobre: a direção em graus VERDADEIROS e velocidade do vento na superfície; visibilidade; condições meteorológicas atuais; quantidade, tipo e altura das nuvens sobre a superfície em … (lugar de observação)? Envio informações solicitadas: (As unidades usadas para velocidade e distâncias devem ser indicadas).
QUC Qual é o número (ou outra estação) da última mensagem que você recebeu desta estação ou de … (indicativo de chamada)? O número (ou outra estação) da última mensagem recebida de você ou de … (indicativo de chamada) é …
QUD Recebeu o sinal de urgência transmitido por … (indicativo de chamada da estação móvel)? Recebi o sinal de urgência transmitido por … (indicativo de chamada da estação móvel) às … horas.
QUE Pode usar telefonia tem … (idioma) por meio de intérprete, se possível, em quaisquer frequências? Posso usar telefonia em … (idioma) em … kHz (ou … MHz).
QUF Recebeu o sinal de perigo transmitido por … (indicativo de chamada da estação móvel)? Recebi o sinal de perigo transmitido por … (indicativo de chamada da estação móvel)?
QUH Quer dar-me a pressão barométrica atual ao nível do mar? A pressão barométrica atual ao nível do mar é …(unidades).
QUI Suas luzes de navegação estão acesas? Minhas luzes de navegação estão acesas
QUJ Quer indicar o rumo VERDADEIRO para chegar a você (ou …)? O rumo VERDADEIRO para me alcançar (ou …) … graus às … horas.
QUK Pode me informar as condições do mar observada em … (lugar ou coordenadas)? O mar em … (lugar ou coordenadas) está … .
QUL Pode me informar as vagas observadas em … (lugar ou coordenadas)? As vagas em … (lugar ou coordenadas) são … .
QUM Posso recomeçar tráfego normal? Pode começar tráfego normal.
QUN Solicito às embarcações que se encontram em minhas proximidades imediatas ou (nas proximidades de … latitude e … longitude) ou (nas proximidades de … ) favor indicar rumo VERDADEIRO e velocidade. Minha posição, rumo VERDADEIRO e velocidade são … .
QUO Devo efetuar busca de:

  1. aeronave
  2. navio
  3. embarcação de salvamento nas proximidades de … latitude, … longitude (ou de acordo com qualquer outra indicação)?
Efetue busca de:

  1. aeronave
  2. navio
  3. embarcação de salvamento nas proximidades de … latitude, … longitude (ou de acordo com qualquer outra indicação).
QUP Quer indicar sua posição por meio de:

  1. refletores
  2. sinais de fumo
  3. sinais pirotécnicos?
Estou indicando minha posição por meio de:

  1. refletores
  2. sinais de fumo
  3. sinais pirotécnicos?
QUQ Devo orientar meu refletor quase verticalmente para uma nuvem, piscando se possível e, caso aviste sua aeronave, dirigir o facho contra o vento e sobre a água (ou solo) para facilitar seu pouso? Por favor, orientar seu refletor quase verticalmente para uma nuvem, piscando se possível e, caso aviste sua aeronave, dirigir o facho contra o vento e sobre a água (ou solo) para facilitar meu pouso.
QUR Os sobreviventes:

  1. Receberam equipamentos salva-vidas?
  2. Foram recolhidos por embarcação de salvamento?
  3. Foram encontrados por grupo de salvamento de terra?
Os sobreviventes:

  1. Receberam equipamentos salva-vidas?
  2. Foram recolhidos por embarcação de salvamento?
  3. Foram encontrados por grupo de salvamento de terra.
QUS Você avistou sobreviventes ou destroços? Em caso afirmativo, em que posição? Avistei:

  1. sobreviventes na água;
  2. sobreviventes em balsas;
  3. destroços na latitude …, longitude … (ou de acordo com qualquer outra informação).
QUT Foi marcado o local do acidente? A posição do acidente está marcada por:

  1. balsa flamígera ou fumígena;
  2. boia;
  3. produto corante;
  4. … (especificar qualquer outro sinal)
QUU Devo dirigir o navio ou aeronave para minha posição? Dirija o navio ou aeronave (indicativo de chamada)?

  1. para sua posição transmitindo seu indicativo de chamada e traços longos em … kHz (ou … MHz);
  2. transmitindo em … kHz (ou MHz) o rumo verdadeiro para chegar a você.
QUW Você está na área de busca designada como … nome da zona ou latitude e longitude) ? Estou na área de busca (designação).
QUY Foi marcada a posição da embarcação de salvamento? A posição da embarcação de salvamento foi marcada às … horas por:

  1. baliza flamígera;
  2. boia;
  3. produto corante;
  4. …(especificar qualquer outro sinal).

Tempo limite de transmissão 
Alguns equipamentos mais antigos da banda do cidadão não possuem circuito limitador do tempo de emissão contínua, contudo, os mais modernos já limitam ao tempo legalmente previsto, ou seja, 180 segundos. Deste modo evitam-se emissões contínuas a ocupar um canal por exemplo devido a avaria no equipamento, ou o botão PTT (push to talk) do microfone ter ficado acidentalmente premido.
Nas radiocomunicações cidadãs (CB, PMR446, LPD433, SRD) o tempo limite de emissão é de 180 segundos e, nas radiocomunicações privativas (Serviço Móvel Terrestre) o limite é de 60 segundos, contudo, para não monopolizarmos o canal, não consumir energia desnecessariamente (em especial quando usa pilhas ou baterias reduzindo assim o tempo de autonomia), ou mesmo consumir tempo de vida dos componentes do seu equipamento, recomenda-se que antes de premir o PTT, estruture toda a mensagem a transmitir, de modo a ser breve, conciso e objetivo.

 Exemplo de uma chamada de uma estação a outra estação de radiocomunicações e sua resposta: 

A Chamada
APROSOC 07, APROSOC 07, aqui APROSOC 299, escuto!
A resposta à chamada
APROSOC 299, aqui APROSOC 07, ecuto!

Exemplo de mensagem:

  1. APROSOC 130, aqui APROSOC 156, necessito de apoio diferenciado pré‑hospitalar, para a Freguesia de Vila Facaia, Concelho de Pedrógão Grande, Distrito de Leiria, frente à igreja, para homem de 64 anos de idade, com suspeita de enfarte agudo do miocárdio, acuse repetindo, escuto;
  2. APROSOC 156, aqui APROSOC 130, recebido, eu repito, solicita “apoio diferenciado pré‑hospitalar, para a Freguesia de Vila Facaia, Concelho de Pedrógão Grande, Distrito de Leiria, frente à igreja, para homem de 64 anos de idade, com suspeita de enfarte agudo do miocárdio”, confirme, escuto;
  3. APROSOC 130, aqui APROSOC 156, é correto, escuto;
  4. APROSOC 156, aqui APROSOC 130, apoio diferenciado ativado, não tenho mais, escuto;
  5. APROSOC 130, aqui APROSOC 156, terminado;
  6. APROSOC 156, aqui APROSOC 130, terminado.