RADIOCOMUNICAÇÕES

REDE DE RADIOCOMUNICAÇÕES CIDADÃS E AMADORAS DA APROSOC

Programa iniciado nos anos 90 e em curso até ao presente através dos diferentes projetos associativos que vieram culminar no que é atualmente a APROSOC – Associação de Proteção Civil, e que, promove a criação de grupos locais de radiocomunicação cidadãs e amadoras, dentro e fora desta Associação. Esta iniciativa com fins técnicos, científicos e lúdicos, tem por desígnio a dotação das comunidades locais de alternativas de comunicação em caso de falha das telecomunicações de acesso público, face a situações de acidente grave ou catástrofe, bem como dotar os operadores das necessárias competências de operação eficaz e eficiente dos equipamentos, pautando pela ética e boas práticas baseadas nos corretos procedimentos radiotelefónicos.

Nas radiocomunicações cidadãs (frequências de uso livre de taxas e licenças) cada Associado usa um nome de estação por si escolhido e que deve ser de fácil compreensão por quem o ouve.

Nas radiocomunicações de emergência, ou em rede privativa, cada Associado identifica-se com o seu número de Associado.

Nas radiocomunicações amadoras, cada Associado identifica-se conforme legalmente previsto, com o indicativo de chamada atribuído pela Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

A LISTA anexa não reflete o número de Associados da APROSOC, mas sim, de entre eles, os que são usufrutuários de equipamentos de radiocomunicações para fins lúdicos ou emergêncistas.

Se é um Associado da APROSOC e usufrutuário de equipamentos de radiocomunicações que ainda não consta da lista, pode registar-se AQUI.

Se ainda não é nosso Associado pode associar-se AQUI.

73/51
João Plácido
CT1BIL / Estação CB Sentinela / 40
O Coordenador do Departamento de Radiocomunicações