PROGRAMA EXPERIMENTAL DE INCLUSÃO SOCIAL NO CONCELHO DE OEIRAS E CONCELHOS LIMITROFES

A APROSOC – Associação de Proteção Civil, vem pelo presente apresentar o presente programa de inclusão com dispensa do pagamento de quotas, no intuito de contribuir para a segurança e bem-estar de cidadãos com deficiência que reúnam cumulativamente as seguintes condições:

  • Seja portador de deficiência com grau de incapacidade igual ou superior a 64%;
  • Beneficiário de pensão inerente à incapacidade física, subsídio de desemprego ou rendimento social de inserção e não tenha outras fontes de rendimento ou riqueza acumulada;
  • Seja interessado por assuntos de proteção civil e radiocomunicações cidadãs e/ou amadoras;
  • Seja residente no Concelho de Oeiras ou Concelhos Limítrofes.

Numa 2ª fase poderemos vir a estender o programa a outros concelhos, contudo nesta fase para que compreendamos a nossa capacidade de dar apoio aos novos Associados, vamos cingirmos a estes concelhos.

O nosso programa pode contribuir especialmente para a segurança e bem-estar de cidadãos com deficiência visual, ou motora, ou auditiva, mas estende-se a todo o tipo de deficiência que não afete gravemente a capacidade cognitiva, pelo facto de nesse caso não conseguirmos ter eficácia nos nossos propósitos.

Desejamos partilhar conhecimentos de proteção civil com pessoas portadoras de deficiência através dos canais de comunicação que o possibilitem contribuindo deste modo para a segurança coletiva dos cidadãos e, gerar bem-estar àquelas que tenha a possibilidade de usar meios de radiocomunicação próprios ou disponibilizados pela Associação.

Se cumpre estes requisitos ou conhece alguém que os cumpra estamos recetivos à sua inscrição e integração.

APROSOC – AÇÃO SOCIAL

Alguns voluntários da APROSOC colaboram regularmente através de uma parceria entre esta Associação e algumas Instituições Particulares de Solidariedade Social, na recolha, acondicionamento, assemblagem e distribuição de bens essenciais.

Esta ação solidariedade da APROSOC está-lhe intrínseca desde a sua génese e é uma das faces menos visíveis da Associação que raramente trazemos a público, mas que, não podemos deixar de o fazer, como forma de singelo agradecimento aos nossos voluntários, homens e maioritariamente mulheres que a troco de nada se disponibilizam para ajudar os mais necessitados.

Na imagem duas das nossas voluntárias a acondicionar produtos de pastelaria para distribuição a quem deles necessita e que se não tivessem este aproveitamento acabariam provavelmente no lixo.

Um agradecimento especial às nossas voluntárias deste mês, a Lizandra (OÁSIS 246), a Cristiana (OÁSIS 248) e a Maria (OÁSIS 249).

Bem hajam sempre em prol dos que mais necessitam da nossa ajuda